O Teatro voltou ao Almeida e Sousa

A apresentação desta iniciativa teve lugar no dia 2 de Junho. No ano em que o teatro Almeida e Sousa comemora 115 anos este festival só poderia arrancar naquela que é a sala mais emblemática da freguesia. Apesar das obras ainda não terem arrancado foram criadas condições para assistir ao espectáculo e estiveram presentes cerca de 300 pessoas. Avintenses no palco e na plateia para rever o velhinho Almeida e Sousa e ouvir o teatro falar.

 

Esta noite serviu também para despertar consciências e incentivar a constituição de um grupo de pressão que nos ajude na finalização desta obra. Foram aqui investidos já muitas dezenas de milhar de euros do Município de Gaia, mas a obra parou há dez anos e quase caiu no esquecimento. Em Maio de 2009 o QREN (Quadro Comunitário de Apoio) abriu uma linha de co-financiamento para a construção e reconstrução de teatros e cine-teatros e, de imediato, tentamos preparar uma candidatura.

 

Infelizmente, só em Agosto de 2009 foi possível assinar um protocolo entre a Igreja de Avintes, proprietária do imóvel, e a Câmara Municipal de Gaia e, por isso, a candidatura não pode entrar dentro do prazo estabelecido. Aguarda-se, agora, uma nova possibilidade de candidatura aos fundos comunitários para obter o financiamento indispensável à conclusão desta obra.

publicado por JFA às 16:34 | link do post | comentar